quinta-feira, 28 de maio de 2009

VIK MUNIZ






Finalmente consegui ir à exposição de Vik Muniz.e senti que estava na presença de obras que ficarão pra história. Que estarão espalhadas pelos museus do mundo e na parede dos colecionadores daqui a alguns anos.







A geometria das cores, o resto, o lixo,o desfoque,a ilusão. O Chocolate e os diamantes. O mundo ganhou mais um gênio das artes. Desses que não passarão tão cedo. E ele é brasileiro.






Lembro que o primeiro contato que tive com uma obra dele foi na galeria Choque Cultural, no bairro de Pinheiros aqui em São Paulo. Era uma obra, ou melhor, a fotografia de uma obra imensa feita de sucata. Foi um espanto.


Meus aplausos, Sr. Vik Muniz.




segunda-feira, 18 de maio de 2009

A imagem que se propaga das cidades quase nunca corresponde à realidade que se vive nelas. Dos 3 lugares em que morei até hoje (Rio,Brasília e São Paulo) ouço algumas afirmações que não são verdadeiras. Do tipo que Carioca não trabalha, do tipo que Brasília só tem ladrão e do tipo que São Paulo é uma cidade onde as pessoas são frias e isoladas. Aí vai um vídeo que desmente a última afirmação. Domingo á tarde, 17 de maio de 2009, feira da Pompéia, bairro onde moro. Feira anual que fecha boa parte do Bairro e recebe pessoas de toda cidade. Vários palcos,artes,dança, artesanato, comidas e interatividade. É bom ver a galera dançando maracatu, jongo e samba de roda no meio da rua.


Beijo para minhas amigas Gabriela e Bruna que estavam curtindo comigo e aparecem no vídeo. ABRAÇO A TODOS E MUITO SOM, MIRA!!!


video

sexta-feira, 15 de maio de 2009

NETTTTTTTTTTTTT


Twitter, blog, fotolog, orkut, facebook, flickr, my space...

Eram os Deuses internautas????????????????????????????????


O Google, a microsoft ou a Apple??????

Tá dominado?
tá tudo dominado?

Quero ler meu jornal impresso, que vai se empilhando no meu banheiro e que depois acabo deixando na porta da vizinha que pede para os cachorros dela.

E quero momentos íntimos bem longe das web cams e dos flogs, blogs, klogs, netlogs, clocks, nogs, ou qualquer coisa nova que se invente.

Quero o velho beijo moderno que esfria a barriga, deixando tudo novo de novo.

Me mobilizar por uma paixão non sense. Daquelas que tem tudo pra dar errado.
Mas que mesmo assim prevalece e movimenta.

Daquelas que me tira da cidade.



beijos a todos
MIRA!!!